Pergunta Cliente me procurou com o seguinte caso: Mês passado recebeu uma notificação de um precatório sobre um processo de revisão de pagamentos de uma tia, da qual é herdeiro, uma vez que a mesma não tinha filhos, marido nem os pais. A mãe do cliente, falecida depois da tia. Os herdeiros são: 2 sobrinhos em representação dos pais falecidos e 1 irmão idoso. O valor do precatório foi devolvido aos cofres em 2017, uma vez que ela já era falecida e ninguém tinha conhecimento do processo. Consigo entrar com o pedido de pagamento em nome do espólio, apenas com a procuração desse sobrinho e juntando a documentação de que a mãe dele era inventariante? Ou preciso pegar procuração de todos e elencar todos os herdeiros no pedido? Outra coisa que tenho dúvida é sobre como está a questão dos prazos pra pagamento de precatório (TRF2), eu tenho que entrar com o pedido até dia 30/06?

Agradeço a ajuda dos colegas, estou voltando a atuar agora depois de um tempo parada. Resposta Não é Obrigatório ser vc o advogado de tds os herdeiros. Claro que se for vc é melhor: agiliza o processo e aumenta seu percentual. Se houver a possibilidade de juntar a documentação de todos é melhor. Dá celeridade processual e adianta a fase de habilitação dos herdeiros.