Mais um traficante envolvido no tráfico de drogas da Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, Zona Sul do Rio, foi condenado pela Justiça nesta quarta-feira (dia 18 de outubro). Bruno Di Carlantonio Martins, conhecido como "Bruninho BR", terá que cumprir uma pena de 32 anos e 8 meses de reclusão. A sentença é do juiz da 27ª Vara Criminal da Comarca da Capital, Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau.

Bruno Di Carlantonio estava foragido, mas foi preso no dia 25 de maio deste ano. Contra ele, havia várias gravações de conversas telefônicas interceptadas com autorização judicial que, segundo o juiz, deixaram inequívoco que o réu efetivamente exercia a função de gerente-geral do tráfico de entorpecentes na Ladeira dos Tabajaras, agindo de acordo com as ordens de Ronaldinho, chefe do tráfico de entorpecentes na localidade que, da prisão, comandava a organização criminosa.

Além da gravação, várias testemunhas reconheceram Bruno como sendo um dos principais traficantes da Ladeira dos Tabajaras. Um dos depoimentos considerados de maior importância para o juiz Flávio Itabaiana Nicolau foi o de um ex-traficante do local que na época era menor de idade e está para ingressar no Programa de Proteção à Testemunha.

Bruno Di Carlantonio não tem antecedentes criminais e era menor de 21 anos na data dos fatos que levaram à sua prisão. Ele deverá cumprir oito anos, em regime integralmente fechado, e 24 anos e oito meses, em regime inicialmente fechado, e não poderá apelar da sentença em liberdade.

O processo contra os traficantes da Ladeira dos Tabajaras ficou bastante conhecido pelas filmagens que "Dona Vitória" fez da janela de seu apartamento, em Copacabana. Desde então, 32 réus já foram julgados e condenados por todos os crimes que lhes foram imputados na denúncia. Apenas Sérgio Francisco do Nascimento e Jair de Jesus Araújo ainda não foram a julgamento, apesar de já estarem com a prisão preventiva decretada desde setembro do ano passado, por estarem foragidos.


Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro - TJ/RJ
www.tjrj.jus.br