A cantora Tatiana dos Santos Lourenço, a Tati Quebra-Barraco, embora devidamente intimada, não compareceu à audiência preliminar marcada para hoje (dia 24 de outubro), às 11h45h, no 16º Juizado Especial Criminal, no Fórum Regional da Jacarepaguá. O juiz Joaquim Domingos de Almeida Neto marcou nova audiência para o dia 30 de outubro, às 13hs, e determinou o uso de força policial para a condução da cantora, caso necessário. Ele também deu ciência do fato à equipe técnica da Secretaria Municipal de Dependência Química, que deverá estar presente na data.

Em agosto deste ano, a funkeira foi flagrada por policiais militares fumando um cigarro de maconha em uma rua da Cidade de Deus, bairro onde mora. Após passar cinco horas na 32ª DP, ela foi liberada com a chegada do delegado. Tati Quebra-Barraco responde pelo crime previsto no artigo 28 da Lei 11.343/06 (adquirir, guardar, manter em depósito, transportar ou trazer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal).

"Expeça-se o mandado que deverá ser cumprido como medida de urgência pelo plantão", escreveu o juiz no despacho. Ele deferiu pedido do Ministério Público, que requereu vista do processo para o oferecimento de denúncia.


Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro - TJ/RJ
www.tjrj.jus.br


Jacarepaguá